O comeco

Thomas e eu nos conhecemos desde 2003 e em 2006 nos casamos. Nosso encontro se deu do outro lado do mundo, na Nova Zelândia. Depois de ter servido ao exército, antes de inciar os estudos, Thomas foi para Auckland para conhecer o país e para gastar tempo e explicar aos pais, se matriculou num curso de inglês. No meu caso, foi para Nova Zelândia pra aprender inglês, já que o meu era nada. Mas ao contrário do Thomas, foi pouco antes de terminar a faculdade. Nos conhecemos lá, na escolinha de inglês.

Nos olhamos e nos apaixonamos. Foi tao fofo, nao falava nada em inglês, mas por causa dele em duas semanas falava já pelos cotovelos. E ele andava com o dicionário pra cima e pra baixo para poder conversar comigo. Foi um dos momentos mais lindos da minha vida. Estava assim, totalmente apaixonada, boba. E ele também. Em janeiro no verao, Auckland é azul celeste e verde, mas depois que ele foi embora (fiquei mais 4 meses lá) nunca mais foi tao ensolarada.

Em 2004 depois de ter trabalhado no Rio para uma campanha política, tirei férias, quer dizer me deram férias. Fui pega de surpresa, nem sabia o que faria. Entao sai da agência, liguei pra ele do celular e perguntei, se ele tinha algum plano para os próximos dias, Por que se nao fosse problema pra ele, estaria desembarcando breve na Alemanha. Dali mesmo passei numa agencia de viagem e comprei as passahgens. Acho que ele ficou um pouco chocado. Mas 3 semanas depois que o visitei, ele também apareceu em Sao Paulo.

2005 foi um ano complicado, sabíamos que precisávamos ficar juntos, mas nao tinha como. Relacao à distância nao combinava com a gente. Foi entao, depois de uma outra visita a ele, que tinha acabado de chegar de um intercâmbio de 1 semestre na China, resolvemos que tentaríamos na Alemanha. Foi assim, que em outubro de 2005 cheguei aqui, com duas malas na mao e com o coracao cheio de esperanca de viver um grande amor.